Baguncinha da Tia do Ballet, da atriz-bailarina, da cantora, da youtuber, da blogueira, da empreendedora. Vem comigo!

Assista

Canal no Youtube

Canal do Bagunça com Amor, conheça os vídeos e se inscreva!
Ouça agora

Dupla Hanokh

Projeto de música no qual eu e meu namorado, Doug Souza, fazemos juntos. Nos siga nas nossas redes sociais e não perca uma novidade!
Saiba mais

PORTR4IT

Meu projeto pessoal de fotografias de diversos temas e abordagens. De festas infantis a photoshoots.
Comprar

Loja virtual Hinode

Acesse o link da minha loja virtual para comprar os produtos da hinode ou entre em contato através das minhas redes sociais ou email

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Pessoas e relações

    O ser humano tem uma força que considero imensurável: o pensamento. Com ele podemos refletir sobre a vida e assim evoluir cada vez mais. Com ele podemos emanar energias boas ou ruins no mundo. É uma força tão poderosa que há quem diga que se você pensar muito e quiser com vontade uma coisa, ela acontece. E às vezes acontece mesmo.
   Agora, como usar essa minha força para entender as minhas relações, trabalhar minha saúde mental, exercitar meu cérebro a pensar coisas boas e, mesmo com raiva ou dor, não emanar energias ruins pra outras pessoas?
    A resposta é tão idiota que chega a dar raiva. Mas é simples: pensando.
    Mas é pra pensar e não remoer.
   As relações não podem ser controladas por nós, nem mesmo são dedutíveis. É muito errôneo da nossa parte idealizar ações que não nos competem. Quantas vezes alguém teve uma reação que você nunca esperava que ela fosse ter? Bem, isso faz parte de quem somos. O ser humano precisa de idealizações pra dar um sentido a vida. Alguns idealizam uma vida pós morte, alguns idealizam que o amor verdadeiro existe e está por aí, e outros idealizam que tudo vai melhorar no dia seguinte - e quem não o faz, acaba por não se apegar mais a esse mundo. O que precisa ser feito é achar um equilíbrio. O equilíbrio também está em fazer coisas que te desagradam e se chatear com as coisas, mas tudo bem em se chatear, ninguém tem que fingir que está feliz por coisas que desagradam. E se conhecer de verdade e interagir consigo mesmo é primordial antes de interagir e se ligar com o outro.
    O primeiro passo pra isso é ser verdadeiro com você mesmo. Ninguém pode te julgar, além de você. E quanto mais verdadeiro você for consigo, mais fácil é até pra resolver as coisas que, pra ti mesmo, incomodam. 
    Como chego a isso? Pensando.
   Pensar não é apenas revisitar as memórias ou criar expectativas, nem mesmo só estudar pra uma prova ou um TCC. Pensar com calma é rever suas ações, refletir sobre você, sobre o que te faz bem ou não, se tem algo que você pode fazer pra da próxima vez lidar diferente. Se você se aceitar do jeito que é, e os demais não, é porque essas pessoas não precisam ser parte da sua vida, ou pelo menos você não tem que ter a obrigação de estar na vida delas. Se sentir excluído nem sempre é uma questão de ser uma pessoa que os outros não gostem, às vezes quem gosta do seu jeito só não te conheceu ainda. O ponto que é principal é: Você não tem como controlar o que não depende de você.  É preciso entender que as ações das outras pessoas, são das outras pessoas. Claro que muitas das vezes nós somos o gatilho para tais ações, nesse caso sim, você deve entender e melhorar, mas não se odiar por isso, pois era a maturidade que naquele momento você teve. A melhor proposta para si mesmo é se perdoar e evitar que aconteça novamente.
    É muito vazio guardar um sentimento que não leva a nada. E tem gente que não se importa em ser vazio. Tem ranço por nada, odeia por nada, ama por nada... Parece até contraditório, a pessoa perde coisas muito melhores enquanto se enche desse vazio.
    O nosso pensamento é muito forte, todo o nosso corpo é regido por essa energia que o pensamento implica, sendo ele direto ou indireto, consciente ou no subconsciente. Se preenchemos nossa mente com sentimentos medíocres, nossa vida se torna cada dia um pouco mais medíocre. Eu sempre procuro me encontrar e tomar conta de mim quando estou perdida em devaneios e sentimentos obscuros. Cuidar da mente é tão importante quanto cuidar do corpo. Ter um momento de egoísmo alguma hora do seu dia onde você fique só e fazendo bem a si mesmo é muito bom pra isso. Faz toda a diferença na minha vida, por exemplo.
    Digo aqui que relações sempre serão complexas e diferentes. Não existe uma fórmula de lidar com as pessoas. Mas acreditem, quanto mais próximo você estiver de si mesmo, mais simples será para saber como lidar com o outro - até mesmo saber quando você não precisa e nem deve lidar com nada.
    Em qualquer cantinho desse planeta há alguém fazendo alguma coisa e se relacionando com esse mundo. Às vezes imagino toda essa gente gritando ao mesmo tempo e não consigo chegar a conclusão de que força isso teria no universo. Eu só sei que somos seres incríveis em constante aprendizado e evolução. Escrevi esse texto com intuito de botar minha raiva e desgosto pra fora, mas tentei falar sobre como se desprender dos sentimentos ruins justamente porque eu sei que só me faria pior escrever de forma agressiva. Por enquanto, funcionou. Espero cada vez mais estar próxima do que eu considero ser uma pessoa feliz, saudável e convicta do que acredita. Semeando boas relações e abstraindo as ruins da minha vida.

Obrigada a todos os seres que leram até aqui. Até logo, tchau!
Leia mais

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Sobre mim

Minha foto
Brazil
Palavras não definem quem você é, apenas mostram para os outros o que as pessoas querem que pensem sobre elas.

Seguidores

Copyright © BAGUNÇA C/ AMOR | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com